Como planejar seu casamento em tempos de crise econômica

Pois é, muita gente está falando da crise e o mercado de casamentos também está sentindo este impacto. Normalmente os casais se planejam para casar com uma antecedência média de 1 ano, para começar pesquisar fornecedores e fechar os primeiros contratos, mas com perda da capacidade de compra, desemprego e pura falta de segurança em relação ao mercado, muitos noivos e noivas estão adiando o tão sonhado casamento. Então, como planejar seu casamento em tempos de crise econômica

Mas para quem está firme e quer se casar logo, não precisa desistir da sua tão sonhada festa de casamento, basta fazer alguns ajustes de orçamento.

Como planejar seu casamento em tempos de crise econômica

Como planejar seu casamento em tempos de crise econômica? Bom, algumas dicas são sempre importantes de serem lembradas, em tempos de crise econômica ou não, que é sempre negociar as melhores formas de pagamento com seus fornecedores. Dependendo do valor do desconto à vista, você pode até pesquisar alguns empréstimos bancários ou refinanciar um carro já pago.

E se você também trabalha com carteira assinada, você tem direito a férias, que podem ser vendidas, 13º salário, bônus etc, esse dinheiro pode ser muito bem vindo para pagar as despesas do casamento também à vista, podendo pedir descontos.

Também pode acontecer de você perder o emprego depois que você começa a se planejar para casar, mas calma, isso acontece com mais frequência do que você imagina e muita gente consegue dar a volta por cima. O primeiro é manter a calma e refazer a contas, primeiro para manter a vida em ordem, nada de deixar atrasar um monte de prestações, cartão de crédito ou outros pagamentos que geram juros absurdos como o cheque especial.

Uma vez no controle das suas contas, você também não pode se deixar desanimar. Respira fundo e procure outro emprego. Alguns setores sempre possuem vagas abertas, como o comércio e serviços de atendimento ao cliente. E agora vamos voltar ao nosso sonhado casamento.

Outra coisa muito importante é que você deve ter certeza de que a empresa que está contratando é idônea, ou seja, possui boa reputação no mercado, assim seu investimento na festa de casamento não vai todo por água abaixo caso a empresa venha a falir junto com a crise econômica.

Desconfie de empresas oferecendo descontos absurdos, totalmente fora dos padrões da concorrência. Você também deve recorrer e pesquisar em órgãos de defesa do consumidor, além de fazer uma pesquisa básica em sites de reclamação na internet.

Para quem está planejando não só a festa de casamento, mas também uma casa nova, as notícias e perspectivas não são as mais animadoras, já que os últimos ajustes bancários reduziram a oferta de empréstimo imobiliário, forçando o comprador possuir um valor maior de entrada para sua compra de imóvel. Neste caso, é importante o casal avaliar se compensa mesmo colocar todas as economias em um imóvel ou se é melhor alugar uma casa menor e juntar dinheiro nos próximos anos, já se planejando para os filhos que virão.

Muitos especialistas em economia recomendam que os casais não comprem suas casas próprias nos primeiros anos após o casamento, já que ainda não possuem estabilidade econômica e também ainda não estão estabelecidos em seus empregos. Quando jovens, muitos trocam de emprego e podem ter convites para trabalhar ou oportunidades de mudar de região de trabalho, estado e até de país.

Agora voltando ao assunto de como planejar seu casamento em tempos de crise econômica, tem dicas muito boas para quem está de casamento marcado e com a grana curta.

A primeira coisa que você deve pensar são os gastos com a festa de casamento e os convidados. Reduzir o número de convidados tem um impacto imenso nos custos da sua festa de casamento, desde permitir a alugar um espaço menor até no consumo de bebidas, que será proporcionalmente menor. Como já falamos bastante sobre esse assunto em um outro artigo do site, é mais fácil você ler tudo por lá do que repetir as mesmas dicas de economia de casamento aqui. [Você pode clicar e ler aqui].

Outra maneira fácil de contornar a crise e ainda ter um casamento perfeito é planejar corretamente sua lua de mel. Se você vai se casar em meses de férias escolares, é bem provável que tenha passagens aéreas, hotéis, passeios e tudo mais, com preços mais salgados, então você pode adiar sua lua de mel para meses menos concorridos, isso faz você economizar pelos menos 20% dos gastos com a lua de mel.

Confira lindos destinos de Lua de Mel no Brasil

E nossa, como esse assunto rende! Mas ainda não acabou. Seu casamento vai sair com crise ou sem crise! Na decoração da festa de casamento, você pode optar por uma decoração mais clean, mais leve e com arranjos de flores menores. Ninguém vai achar ruim ter poucos enfeites na mesa, desde que esteja elegante, é isso que importa.

As flores da estação são uma ótima dica para economizar em flores, você pode perguntar para seu decorador qual delas saem mais barato ou ainda ir direto nos mercados de flores e pesquisar. Se você é dessas meninas descoladas que são cheias de habilidades manuais, você pode fazer você mesma sua decoração de casamento e economizar fortunas, ou se essa tarefa pode ser um pouco de mais para você, você pode arriscar e fazer alguma coisa para a decoração do seu chá-bar, chá-de-lingerie etc.

Vou deixar aqui também nosso link de um monte de dicas de decoração para festa de casamento que você mesma pode fazer.

Decoração de Casamento – Faça Você Mesma

E agora que falamos um pouco de tudo, o que mais você pensou em economizar no seu casamento? Conseguiu aprender Como planejar seu casamento em tempos de crise econômica? Conta pra gente e ajude também outras noivas em crise!

Como planejar seu casamento em tempos de crise econômica
5 (100%) 1 vote

2 Comentários

Deixe um comentário